PIM de Carazinho realiza Campanha do Agasalho

campanha-aqueca-me-2016-carazinho

O Primeira Infância Melhor (PIM) de Carazinho realizou, no dia 22 de junho, em parceria com a Rádio Gazeta, a campanha com o título “Aqueça-me” de arrecadação de roupas de frio para as famílias atendidas pelo PIM do município.

Para a diretora do Grupo Gazeta, Thaise Albuquerque, a campanha mais uma vez pode ser considerada um sucesso. “A ajuda dos colaboradores, dos parceiros, foi muito importante nessa campanha. Eu estou surpresa demais, pois agora que nós conseguimos descarregar o caminhão, e passamos uma boa parte manhã fazendo isso, a gente se surpreendeu com a quantidade de doações. Acredito que possa até ter superado a campanha do ano passado. O pessoal se sensibilizou porque neste ano o frio está mais intenso, e realmente todos  mexeram no roupeiro e tirando os agasalhos para doar na campanha Aqueça-me de 2016”, comemora a diretora.

Além do recebimento dos agasalhos e calçados, a campanha também arrecadou colchões, cobertores e alguns eletrodomésticos, que segundo a diretora, em alguns casos já foram encaminhados para as famílias beneficiárias. “Como o visitador do programa PIM está semanalmente na família, ele conhece as necessidades daquela família, então algumas doações ontem mesmo, quando chegavam, nos já levávamos até a residência da família, porque o visitador dizia que a família estava precisando”, explica a diretora.

Na edição deste ano, serão contempladas com as doações mais de 300 famílias que fazem parte do PIM de Carazinho. Para a representante do Grupo Técnico Municipal (GTM) e da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) Sandra Marins, todas as expectativas foram superadas “pelo fato de já ter iniciado o inverno, de já ter havido outras campanhas, e a gente ter conseguindo tanta arrecadação”.

Separação

Desde as 7 horas da manhã da sexta-feira (23) a equipe do PIM já trabalhava na Paróquia Nosso Senhor do Bom Jesus, separando todas as doações. De acordo com a representante do GTM e da Secretaria Municipal de Educação e Cultura (SMEC) Adriana de Oliveira, a partir de agora, através das Visitadoras, as famílias serão avisadas, dentro das áreas e os dias de cada uma, pata retirar a doação. “As famílias já estão na expectativa aguardando, ontem elas nos acompanhavam pela rede social e pela rádio Gazeta, e agora elas já estão esperando pelo momento de virem até aqui para fazer a separação”.

Durante toda a campanha foi feito um apelo pela preferência de roupas de crianças, e conforme Sandra Marins, o pedido foi atendido. “À medida que íamos carregando as doações já íamos observando, e vimos que a comunidade correspondeu, porque a carência de roupas hoje é para criança, e atendemos crianças de zero a cinco anos de idade, além das gestantes”.

“Foi um trabalho bem gratificante, só de pensar quantas crianças nós vamos conseguir agasalhar, é gratificante demais. Então se cada um fizesse a sua parte, doasse aquele agasalho que tem no roupeiro e que está só ocupando espaço, fizesse essa graça de ajudar, não tinha ninguém passando frio, ninguém tão prejudicado como existe hoje em dia”, diz a Visitadora do PIM, Cleide Silva, que esteve participando de toda a ação e agora participa da separação e organização das doações.

Parceiros

A campanha contou com a participação e apoio de várias empresas como Carazinho Veículos, E-Atacarejo, Liga Carazinhense de Pilotos, Sorria Boy é de Menina, Supermercados Economia, Aspro Turbo, CEJA- Comissão Especial do Jovem Advogado, OAB seccional Carazinho, Catto Transportes e Associação Moto Clube de Carazinho.


 

Comente