RNPI lança Plano Nacional pela Primeira Infância

A Rede Nacional Primeira Infância, formada por um conjunto de organizações da sociedade civil, do governo, do setor privado, de outras redes e de organizações multilaterais que atuam na promoção dos primeiros anos de vida, está lançando, no dia 7 de dezembro próximo, na Organização Panamericana de Saúde, o Plano Nacional pela Primeira Infância.

Posteriormente esse Plano será entregue ao Governo Federal pelo CONANDA, acompanhado da RNPI, como proposta de ações e metas na área dos direitos da criança de até seis anos de idade, a serem realizadas até 2022, quando o Brasil celebra o bicentenário da Independência. O Plano está coerente com o Plano Decenal dos Direitos de Crianças e Adolescentes, incidindo o olhar na especificidade dos seis primeiros anos de vida – período mais decisivo na formação da pessoa.

O PNPI foi elaborado pelas organizações governamentais e não governamentais, multilaterais e empresariais que compõem a Rede Nacional Primeira Infância e outras organizações, especialistas, gestores, técnicos e pesquisadores, num amplo processo participativo, nos termos do disposto no art. 227, § 7º e 204, II da Constituição Federal. As crianças de 3 a 6 anos também expressaram, por suas diferentes linguagens, seus desejos, necessidades e vontades, que se traduziram em ações nesse Plano.


 

Comente