Tolerância às diferenças é tema de encontro do PIM-PIA

Porto Alegre, RS - 18/02/2016 Formação PIM PIA Foto: Divulgação/PMPA

Os visitadores do Programa Primeira Infância Melhor – Porto Infância Alegre PIM PIA participaram nesta quinta-feira, 18, de encontro com o tema A criação de filhos por um casal homoparental. Foram tratadas questões como sexualidade, novos modelos de família e convivência com as diferenças. A palestra integra o ciclo de formações e foi ministrada pelo ex-secretário municipal da Saúde e médico Carlos Henrique Casartelli.

De acordo com a secretária municipal de Educação adjunta e coordenadora do PIM PIA, Maria da Graça Gomes Paiva, os encontros são importantes para a promoção da conscientização e do combate ao preconceito. “Temos que entender que a criação do vínculo com essas crianças não é algo apenas para hoje, e que , futuramente, elas serão agentes catalisadores, transformadores de suas realidades”, destacou.

Casartelli tratou das orientações que os visitadores do PIM PIA poderão passar às famílias participantes do programa. Para ele, é vital ensinar as crianças a conviverem com as diferenças, buscar promover a tolerância e evitar que práticas como o bullying aconteçam. “É importante haver uma atuação conjunta não só dos visitadores com as crianças, mas, também, em conexão com as famílias”, disse. O médico afirmou que os próprios visitadores precisam saber lidar com os distintos tipos de realidades que encontrarão, sejam elas de cunho cultural, social, religiosa ou de sexualidades. “Será cada vez mais comum existirem crianças com dois pais, ou duas mães, e devemos entender que é preciso aceitar estes novos modelos de família”, ressaltou.

Durante o evento também houve o debate sobre temas como a adoção, preconceito, a complexidade da sexualidade, o machismo, o paternalismo e o racismo. O ciclo de formações se encerra no fim de fevereiro e promove abordagens sob diferentes óticas. Técnicos e especialistas da Smed e das instituições parceiras do programa (Secretaria Municipal da Cultura, Secretaria Municipal da Saúde e Fundação de Assistência Social e Cidadania), convidados externos e visitadores protagonizam as reuniões, visando à qualificação das estratégias desenvolvidas nas comunidades já atendidas e nas que estão sendo inseridas este ano.

Visitadores – Universitários que fazem parte do PIM PIA e atuam junto às comunidades em situação de vulnerabilidade social, fornecendo orientações na forma de visita às casas das famílias.

Porto Alegre, RS - 18/02/2016 Formação PIM PIA Foto: Divulgação/PMPA

Fotos: Divulgação/PMPA
Texto:
Mailsom Portalete (estagiário) / Supervisão: Andrea Pinto
Edição:
Jandira Davila Feijó
Fonte
: PMPA


 

Comente