Agenda celebra Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

pcd

Perseverança e resistência associadas a políticas públicas inclusivas são essenciais na luta diária de uma pessoa com deficiência (PCD), que, constantemente, precisa enfrentar preconceito e exclusão. Uma arquitetura deteriorada e a falta de conhecimento sobre as necessidades específicas destas pessoas fazem parte da realidade de 46,5 milhões de brasileiros, cerca de 24% da população segundo a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). Celebrado em 3 de dezembro, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, criado em 1992 pela Organização das Nações Unidas, tem a missão de promover a compreensão de temas relacionados à deficiência, estimular a defesa de uma vida digna e bem estar destas pessoas em escala nacional e municipal.

Para comemorar a data que visa inclusão de pessoas com deficiência nos diversos âmbitos da sociedade, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte (SMDSE) e o Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Porto Alegre (Comdepa) elaboraram um cronograma diversificado com o objetivo de conscientizar a sociedade sobre a relevância da inclusão, desde o modo de pensar da população até à acessibilidade arquitetônica. Desta forma, as instituições buscam estimular o acolhimento das PCDs em todas as esferas da vida diária.

O evento tem início às 14h com uma assembleia da Comdepa e, a partir das 17h, segue com atividades no Pier da Orla do Guaíba. A partir da missão proporcionar um brincar inclusivo, o projeto “Mil Brinquedos, Mil Sorrisos.BR”, será lançado às 17h30. A iniciativa é fruto de parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e a instituição Assistiva Tecnologia.

Um local com tendas para promoção das pessoas com deficiência será disponibilizado no Pier da Orla do Guaíba entre os dias 3 e 7 de dezembro, das 17h às 20h. Neste espaço serão abordados direitos trabalhistas e cidadania, ocorrerá a distribuição de material informativo e camisetas, assim como a realização de pockets shows.
As atividades também contam com apoio do Ministério Público do Trabalho, Sindilojas e Associação Médica do Rio Grande do Sul (Amrigs).

Programação

Segunda-feira, 3 de dezembro

14h – Plenária especial do Comdepa – auditório prefeitura POA – Siqueira Campos 1300, 14º andar
17h – Porto Orla Acessível – serviços e informações – Pier da Orla do Guaíba
17h30 – Lançamento do projeto Mil Brinquedos, Mil Sorrisos.BR – Pier da Orla do Guaíba
18h – Show de Bruno Schafer – Pier da Orla do Guaíba

De 3 a 7 de dezembro

17h às 20h – Porto Orla Acessível – Pier da Orla do Guaíba – tendas de atendimento com informações e distribuição de material

Quarta-feira, 19 de dezembro

Teatro da Amrigs – Av. Ipiranga, 5311
20h – Mostra de fotografias – Projeto Borboletas
20h30 – Atitudes que dão Show – Homenagem a personalidades e instituições
21h – Show Musical – Marcos Davi, Daniela Bublitz, Gabriel Schuck e Bruno Schafer

Crianças com Deficiência no PIM

Acompanhar as Crianças com Deficiências (CCD), através do visitador domiciliar, é uma das estratégias adotadas pela política do Primeira Infância Melhor (PIM), que visa a integralidade do cuidado para promoção da qualidade de vida das famílias e suas crianças. No PIM, as deficiências são classificadas em cinco categorias (Auditiva, Física, Intelectual/Cognitiva, Visual e Múltipla).

O visitador, amparado por supervisão de equipe técnica intersetorial, com representantes das Secretarias da Saúde, Assistência e Educação Municipais, observa, acompanha e monitora as crianças e suas famílias, através de visitas semanais com planos singulares de atendimento que visam a estimulação, o fortalecimento de vínculos e protagonismo das famílias no crescimento e desenvolvimento das suas crianças.

Para além do atendimento uma vez que as crianças estão inseridas na rede, o PIM é, em potencial, uma importante via de identificação precoce de deficiências.

Saiba mais na página Pessoa com Deficiência no PIM.