Canoas articula ação do PIM e Criança Feliz com o programa RS Seguro

A Prefeitura de Canoas promoveu articulação do programa estadual RS Seguro com o Primeira Infância Melhor e Programa Criança Feliz (PIM/PCF) no município. Em reunião realizada no 13 de junho no município entre a coordenação do PIM e representantes da gestão municipal, foi discutido alinhamento e parceria nas ações do PIM/PCF nos bairros Mathias Velho e Guajuviras.

Para a coordenadora do PIM, Gisele Mariuse, a integração entre os programas que atuam nos bairros e comunidades elencadas abre caminho para possível ampliação no atendimento às famílias dos bairros.

Além da coordenadora do PIM, participaram da reunião Jane Dalacorte, secretária adjunta da Segurança; Neiva Amaral, integrante do Grupo Técnico Municipal (GTM) do PIM/PCF, da Secretaria Municipal da Saúde; Rosângela Arenhart, do GTM do PIM/PCF, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social; e Lutiane Novakowski, do GTM do PIM/PCF, da Secretaria Municipal da Educação.

RS Seguro

Lançado em fevereiro deste ano pelo Gabinete do Vice-governador, Ranolfo Vieira Júnior, o RS Seguro – Programa Transversal e Estruturante de Segurança Pública tem como objetivo oferecer aos gaúchos um Estado mais civilizado para residir e investir.

Com base em estudos sobre a criminalidade, reconhecendo que a violência é uma questão que vai além da segurança, representando também desafios sociais e econômicos, o Governo do Estado elaborou um programa com medidas estruturantes, norteado pelos eixos combate ao crime; políticas sociais preventivas e transversais; qualificação do atendimento ao cidadão e sistema prisional.

Com a integração de diversas áreas do Governo do Estado, é executado em parceria com a União, municípios, outros poderes, iniciativa privada e sociedade civil. É um programa estruturante que busca soluções sustentáveis no tempo para a melhoria contínua dos indicadores de criminalidade. 

O PIM no eixo Políticas Sociais Preventivas e Transversais

Neste eixo, o foco está nos bairros com altos índices de violência e mais vulneráveis no aspecto socioeconômico. Conforme dados demonstrados no contexto da violência, um dos principais objetivos é oferecer alternativas e oportunidades atrativas aos jovens destas regiões. Um dos pilares desse eixo é a educação, em especial a melhoria dos índices relacionados à evasão escolar, à adequação da idade-série dos alunos e o tempo de permanência na escola.

O Estado também busca atuar de forma integrada com os municípios e demais poderes, desenvolvendo ações com impacto na melhoria da condição de vida e convivência das famílias, em especial dos jovens destas comunidades, como ações de saúde utilizando as redes de atendimento, as equipes dos programas Estratégia de Saúde da Família e Primeira Infância Melhor.

Para mais informações sobre o programa RS Seguro, acesse o site da Secretaria da Segurança Pública.