Começa Capacitação Inicial de representantes do GTM e Monitores

3-600

Com a presença da primeira-dama do Estado, Maria Helena Sartori, começou nesta quarta-feira, 13, capacitação inicial organizada pelo Grupo Técnico Estadual (GTE) do Primeira Infância Melhor (PIM). Com a participação de representantes do Grupo Técnico Municipal (GTM),  Monitores de 60 municípios gaúchos e todo o GTE, o encontro aborda, até a próxima sexta-feira, 15, temas que incluem a apresentação do programa, a importância da intersetorialidade e plano de ação. Também estão sendo realizadas dinâmica de acolhimento e reflexão sobre a importância da ação.

A primeira-dama do Estado, Maria Helena Sartori, falou sobre a importância do fortalecimento do PIM no Estado, especialmente por meio de ações transversais que incluam o programa nos planos municipais de Educação. “Ao orientar a família, o PIM tem contribuído para uma mudança de comportamento que reflete em mais cuidado, carinho e amor para nossas crianças.”

O diretor do Departamento das Ações em Saúde, da Secretaria Estadual da Saúde, Elson Romeu Farias, destacou a potência do PIM no desenvolvimento infantil. “A capacitação dos profissionais envolvidos é fundamental para que todos continuem aprendendo com a experiência acumulada e possam avançar neste processo“.

Esta ação dá continuidade à estratégia de formação continuada com o objetivo de sensibilizar os profissionais e torná-los multiplicadores nos seus municípios“, disse a coordenadora do PIM, Leila Almeida. Ela avalia que em seus 12 anos de existência o programa tem aumentado o protagonismo das famílias no desenvolvimento das crianças.

A coordenadora cita pesquisa realizada pelo Offord Centre for Child Development, da Universidade McMaster de Toronto/Canadá, baseada em um estudo de intervenção, no qual foi avaliado o impacto do Primeira Infância Melhor para a prontidão escolar. Os resultado revelaram pais mais presentes na vida escolar dos filhos, redução da vulnerabilidade para aprendizagem e maior impacto nas crianças que participaram por mais de dois anos. A pesquisa teve a finalidade de avaliar o desenvolvimento das crianças entre 4 e 6 anos de idade.

O evento está sendo realizado no auditório da Secretaria do Planejamento e Desenvolvimento Regional, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), em Porto Alegre. Em junho, nova etapa de capacitação, reunirá os demais municípios envolvidos no PIM.

Para visualizar mais informações e a programação preliminar, acesse a página da capacitação.

Texto adaptado da Secretaria Estadual da Saúde.


 

01 Comentário

  1. Quero fazer curso de capacitação para monitor pim. Eu sou professora formada em.pedagogia e pós graduada em psicopedagogia institucional e clinica.Aguardo informações se puderem me fornecer .

Comente