Saúde

Atenção Básica

A Atenção Básica é a principal porta de entrada para o Sistema Único de Saúde (SUS). Por meio da Unidade Básica de Saúde (UBS) ou da Equipe da Estratégia de Saúde da Família (ESF). Sendo mais próxima da comunidade, é o primeiro atendimento. É responsável por orientações sobre prevenção de doenças, vacinas, e demais serviços do SUS. Possibilita resolver grande parte dos problemas de saúde, evitando a busca pelas emergências dos hospitais.

Com o objetivo de orientar as famílias, a partir de sua cultura e experiências, para que promovam o desenvolvimento integral de suas crianças desde a gestação até os seis anos de idade, o PIM desenvolve ação transversal de promoção do desenvolvimento na primeira infância e fortalecimento da Atenção Básica em Saúde.

Apoiando a busca ativa de gestantes para encaminhamento ao pré-natal de qualidade, bem como a identificação de crianças para atendimentos de saúde. Elaborando conjuntamente planos e ações singulares de atenção e cuidados às famílias junto as equipes municipais e estadual de Atenção Básica em Saúde.

No dia-a-dia, os Visitadores do PIM e Agentes Comunitários de Saúde são parceiros nos atendimentos às famílias, realizando visitas domiciliares em conjunto e grupos de gestantes nas unidades de saúde, além de contar com a equipe para discussões de casos, informações, palestras, agendamentos para consultas às famílias atendidas.

Com o intuito de melhor entrosamento e sensibilização entre as equipes, busca-se que nos espaços de capacitação e ações regionais in loco haja participação mútua dos diferentes serviços que compõem a Atenção Básica. O trabalho intersetorial tem demonstrado a potencialização dos atendimentos nos diferentes níveis de gestão em atenção, levando a uma melhoria na qualidade de vida das famílias atendidas.

 

01 Comentário

  1. Sou Ass Social e trabalho no GHC, atualmente lotada no Instituto da Criança com Diabetes_ICD_ Entidade privada sem fins lucrativos, em funcionamento desde janeiro de 2004, presta assistência interdisciplinar a mais de 3 mil crianças e jovens com diabetes Tipo 1 e também jovens com Tipo 2 através de um Programa de Educação Continuada em Diabetes, Tratamento (com acesso também a novas tecnologias) e Assistência Social em uma infraestrutura completa com Hospital-Dia, Ambulatório e Hot Line, uma linha telefônica para atendimento específico aos pacientes, familiares e cuidadores.Recebemos pacientes de todo o Estado do RGS e cada vez, com menor idade. O agendamento para 1ªConsulta é rapido para atendimento no Hospital Dia e depois , segue para a regulação.Considerando o trabalho do PIM , penso ser útil uma troca de diálogo entre nós.
    Ficamos a disposição.

Comente