Lançada a Nota Técnica de Saúde da Criança na Atenção Básica

A Seção de Saúde da Criança e Adolescente e a Coordenação Estadual da Atenção Básica do Departamento de Ações em Saúde da Secretaria Estadual da Saúde (SES), lançaram no final do ano passado a Nota Técnica 01/2019, que aborda a assistência à saúde da criança de zero a dois anos na atenção básica.

A Nota Técnica visa subsidiar as equipes de Atenção Básica (AB) do estado do Rio Grande do Sul, na perspectiva de qualificar a assistência à criança, a partir das diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança. Cabe às equipes de saúde organizar seu processo de trabalho objetivando o monitoramento das crianças de sua área de abrangência, garantindo a atenção integral à saúde da criança.

A Atenção Básica deve realizar ações de promoção à saúde, de prevenção de agravos, além de estratégias para o diagnóstico precoce e a qualificação do manejo de doenças prevalentes na infância, bem como ações de prevenção de doenças crônicas e de cuidado dos casos diagnosticados, com o fomento da atenção domiciliar, sempre que possível. Além disso, deve articular os cuidados com a Atenção Especializada sempre que houver necessidade, visto que, existem benefícios de um seguimento compartilhado entre a AB e os serviços especializados.

O papel do PIM na Atenção Básica

O Primeira Infância Melhor (PIM) é agente fundamental na atenção integral ao desenvolvimento infantil. Como estratégia de visitação domiciliar executadas semanalmente durante primeira infância, o PIM contribui com o acompanhamento das crianças, além do acompanhamento gestacional e puerperal da mãe.

Conforme preconizado na Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC) no que se refere à vigilância e estímulo do pleno crescimento e desenvolvimento da criança, o programa inclui ações de estimulação ao Desenvolvimento na Primeira Infância (DPI) e apoio às famílias para o fortalecimento de vínculos familiares.

Acesse abaixo a Nota na íntegra:

Download

Fonte: Atenção Básica | SES