PIM atende cerca de 30 famílias em Gramado - PIM - Primeira Infância Melhor PIM – Primeira Infância Melhor

PIM atende cerca de 30 famílias em Gramado

gramado

Para oferecer orientação e auxiliar no desenvolvimento integral da primeira infância, técnicos do Programa Primeira Infância Melhor (PIM) de Gramado realizam visitas domiciliares à gestantes e famílias em situação de vulnerabilidade social, com crianças de zero a cinco anos.

Durante as visitas realizadas semanalmente pelas visitadoras do PIM às 30 famílias que integram o programa, são oferecidos encaminhamentos a consultas médicas, acompanhamento de carteira de vacinação e de pré-natal, orientações que incentivem o aleitamento materno e a nutrição saudável, além da realização de atividades lúdicas que qualificam as relações familiares para o desenvolvimento das capacidades físicas, intelectuais e sociais do ser humano.

Para Fabiana Cardoso Foss, 41 anos, moradora da Viação Férrea, o PIM trouxe diversos benefícios para sua família. “Recebemos grandes cuidados por parte da nossa visitadora. A relação de carinho e atenção entre meus filhos e ela é impressionante. Eles são tão próximos que acabo considerando ela uma madrinha”, destacou.

Mãe de oito filhos, Fabiana recebe as visitas do PIM por conta dos dois filhos menores, Enzo Gabriel, de oito meses, e Isabelle, de quatro anos, mas afirma que os benefícios se estendem a toda a família. “As crianças aprendem muita coisa, são incentivadas com atividades de colorir, brincadeiras e histórias. Nossos laços como família estão mais fortes”, contou animada.

Em Gramado, a equipe do PIM realiza um zoneamento dos bairros para o cadastramento das famílias, que são visitadas semanalmente, em um mesmo horário, até os cinco anos de idade das crianças. “É importante lembrar que essas pessoas precisam desse acolhimento, precisam de um acompanhamento. Além de proporcionar esses cuidados, o PIM também estabelece uma relação de carinho e dedicação muito intensa com as famílias”, salienta a coordenadora do Primeira Infância Melhor, Fernanda Meireles.

Texto adaptado de Prefeitura de Gramado.


 

Comente