Por um 2019 repleto de novas histórias

2018 foi um ano em que o PIM revirou o baú de memórias para contar suas histórias por meio de relatos de vivências de quem contribuiu para que o PIM continue sua trajetória de defesa dos direitos humanos e promoção de uma infância melhor. Esse foi um ano de celebração e marcos importantes no Primeira Infância Melhor (PIM). No ano em que completou 15 anos desde sua criação, o programa cuidou de muita gente, foi implantado em novos municípios, inspirou, aprendeu e ganhou projeção, chegando aonde nunca antes havia chegado.

O PIM está fechando o ano com uma totalização, ao longo dos últimos 15 anos, de mais 200 mil crianças atendidas e 50 mil gestantes de mais de 180 mil famílias. O site do PIM recebeu só neste ano mais de 80 mil pessoas de 86 países e mais de 1600 cidades buscando informações sobre desenvolvimento infantil, o que totalizou mais 2 milhões de páginas vistas. Nas redes sociais, o PIM já soma mais de 1000 horas de vídeos assistidos no Youtube com conteúdo relevante sobre primeira infância e mais 6500 fãs no Facebook com mais de 25 mil pessoas por mês que recebem nosso conteúdo. Também contabiliza mais de 70 mil leituras de publicações no Issuu e 555 mil visualizações de publicações.

Retrospectiva 2018

Logo no início do ano, o PIM foi tema da série Histórias do Futuro, apresentado pela jornalista Miriam Leitão na Globo News, cuja proposta foi mostrar iniciativas brasileiras particulares e políticas públicas que se destacaram pela excelência, atravessando governos e administrações diferentes. Este episódio foi gravado no quilombo Rincão das Almas, em São Lourenço do Sul.


Ainda no primeiro trimestre, o BID publicou artigo em que celebrou o livro do PIM, que está disponível para download gratuitamente, e destacou projeção do Criança Feliz. Neste período, também teve início uma nova formação do curso online do BID sobre desenvolvimento infantil.


Abril foi o mês em que se iniciaram as comemorações dos 15 anos do PIM. Neste mês, foi lançado o hotsite comemorativo para contar as histórias dos mais diversos atores que fizeram parte da caminhada do PIM. A campanha coletou relatos de experiências e vivências de profissionais do programa, famílias beneficiárias, gestores e parceiros.


Neste mês, também foi anunciada a pesquisa de avaliação de impacto do PIM realizada pela FGV Clear com visita da coordenadora de projetos do Clear aos municípios atendidos. O PIM se tornou pioneiro no Brasil ao realizar estudo longitudinal de larga escala na primeira infância.


Outro estudo chamou a atenção durante o ano. Caderno de Saúde da Fiocruz publicou estudo que avalia efeito do PIM sobre mortalidade infantil no RS. O principal resultado é que o programa reduziu o número de óbitos por causas externas.

 


Neste ano, o programa deu seguimento à realização dos Cine Debates: Primeira Infância em Foco, com o filme Infância Falada, que tem o objetivo de fomentar conhecimentos sobre desenvolvimento infantil. Com o mesmo objetivo, o programa participou de debate sobre Primeira infância na Rádio Assembleia.


Após o período eleitoral, em que algumas atividades foram suspensas, o Primeira Infância Melhor promoveu o XII Seminário da Primeira Infância, o VI Encontro Estadual de Visitadores e o VIII Prêmio Salvador Celia em referência à XVI Semana Estadual do Bebê.


Na ocasião, além de apresentados os vencedores do Prêmio Salvador Celia, entre Agentes Comunitários de Saúde e visitadores do PIM e do Criança Feliz, o PIM lançou a publicação Primeira Infância Melhor: 15 Anos de Histórias, que reúne coletânea de 80 relatos de vivências dos 15 anos do programa gaúcho, e o 5º fascículo da Coleção Fazendo Arte com o PIM, novo volume que conta com trabalhos vencedores do I Prêmio Salvador Celia e brincadeiras classificadas no concurso.

O Primeira Infância Melhor deseja boas festas a todos. Que continuemos fazendo história em 2019 e que este seja um ano com muito mais histórias para contar.