Rio Grande atinge 100% de cobertura dos programas PIM/PCF nas tribos indígenas

O município de Rio Grande acaba de atingir um importante marco na atenção às famílias pertencentes a comunidades indígenas. Os programas Primeira Infância Melhor / Criança Feliz (PIM/PCF) alcançaram 100% de cobertura entre as famílias previstas para o município.

Em 2017, os indígenas da etnia Guarani Mbya estabeleceram-se no bairro Domingos Petroline, onde estão constituindo sua aldeia. No ano seguinte, os indígenas da etnia Kaingang instalaram-se no espaço Horto do Cassino, cedido pela Prefeitura Municipal às famílias. Em 2018, instalaram-se na Palma a tribo Guarani Tekoa Yyrembé.

A partir dessa situação permanente, surgiu a necessidade da adaptação dos programas e de sua metodologia, o qual continuou de forma sistêmica semanal, adequando-se à cultura indígena, colocando em prática a modalidade grupal. Os atendimentos semanais de forma adaptada na tribo Kaingang são realizados desde agosto de 2018, já aos Guaranis Mbyá desde outubro de 2018. A fim de fortalecer a rede de serviços aos indígenas e às aldeias existentes no município, iniciou-se o atendimento a aldeia Guarani Tekoa Yyrembé no mês de junho de 2019.

Experiência exitosa no 13º Cosems/RS

Em abril, a iniciativa realizada pelo Primeira Infância Melhor (PIM) e Programa Criança Feliz (PCF) de Rio Grande resultou na escolha da iniciativa para a Mostra de Experiências Exitosas – 2019, do 31º Congresso Cosems/RS, evento que ocorreu entre os dias 22 e 25 de abril em Bento Gonçalves. Contemplado na categoria Atenção Básica, “Protagonismo dos povos indígenas no desenvolvimento integral da primeira infância”, contou com o envolvimento de lideranças no debate e planejamento de atividades desenvolvidas em seus territórios.