A partir do dia 06 de agosto, será iniciada uma nova etapa de coleta de dados da “Avaliação Experimental Longitudinal do Programa Primeira Infância Melhor”, executada em parceria com a Secretaria Estadual da Saúde do Rio Grande do Sul (SES/RS) e com o Centro de Aprendizagem em Avaliação e Resultados para o Brasil e a África Lusófona da Fundação Getulio Vargas (FGV EESP Clear), com apoio da Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (FMCSV) e Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Em andamento desde 2017, a pesquisa é uma das primeiras avaliações experimentais longitudinais de programas de visitação domiciliar com foco no desenvolvimento infantil e seus impactos no Brasil e na América Latina. Com o objetivo de verificar os efeitos do PIM na vida das crianças assistidas, o estudo já envolve quase 2.500 gestantes e crianças gaúchas de até três anos de idade. Por se tratar de uma avaliação longitudinal, será possível verificar os efeitos de curto, médio e longo prazo do programa em diversas dimensões, tais como: ganhos no desenvolvimento integral infantil nas dimensões motora, cognitiva, socioemocional, de linguagem e comunicação, questões relacionadas à qualidade da interação parental e de acesso aos serviços e direitos ligados à administração pública local,  além de acompanhar  essas crianças ao longo de sua vida com dados de saúde, sociais e educacionais,  entrada no mercado de trabalho, entre outros.

 A pesquisa conta com o apoio dos municípios participantes para comunicar às famílias sobre a coleta de dados. Todo o processo será por telefone, e os contatos começarão no dia 06 de agosto, por profissionais contratados e capacitados pela FGV e pela Datamétrica, empresa responsável pela aplicação dos questionários da pesquisa.

Os resultados do estudo permitirão que a implementação do PIM possa ser qualificada de forma a melhor atender seu objetivo de apoiar as famílias na promoção do desenvolvimento integral das crianças desde a gestação até os seis anos de idade. Mais informações sobre todas as etapas da pesquisa podem ser acessadas aqui

Gostaria de participar?

Os municípios interessados em participar da pesquisa podem entrar em contato com o Primeira Infância Melhor (PIM) pelo e-mail pesquisapim@saude.rs.gov.br.