pim-primeira-infancia-melhor

Com o título “Primeira Infância Melhor e Cresça com Seu Filho: uma experiência de cooperação entre o sul e o nordeste do Brasil“, o Radar da Primeira Infância, site especializado na temática, publicou, no início deste mês, artigo sobre iniciativas que replicam premissas do programa Primeira Infância Melhor (PIM).

Considerado modelo de referência para outros estados e municípios brasileiros, o PIM serviu de base para o Projeto Cresça com o seu Filho, desenvolvido pela Prefeitura de Fortaleza. Ao longo do artigo, publicado nos blogs Primeiros Passos e Ideação do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), segue uma análise sobre como foi aplicada a metodologia do PIM em cidade com diferente realidade, desafios e adaptações.

“Replicar o PIM para uma realidade social, cultural e política distinta exigiu um complexo exercício de reconhecimento dos dados epidemiológicos, das estruturas de trabalho das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e dos modos de organização do cuidado com a infância pelas famílias das áreas urbanas de Fortaleza”, enfatiza o artigo.

O esforço colaborativo entre o sul e o nordeste brasileiros reforçou o significado de trabalho interfederativo e há a expectativa de um período de intensa aprendizagem na fase de implantação do Programa fortalezense – quando é preciso estar atento para incorporar lições e ajustar percursos.

É importante ressaltar que o PIM também se origina de um exercício de replicabilidade, com base no projeto cubano Educa a tu Hijo, do Centro de Referencia Latinoamericano para la Educación Preescolar (CELEP). Além do Ceará, o PIM apoia iniciativas similares no Paraná, Espírito Santo, Rondônia, Acre, Roraima, São Paulo e Amazonas.

Os artigos são resultado de um convite feito ao PIM para escrever sobre a experiência de apoio ao Programa Cresça com Seu Filho. A equipe de Supervisão e a Coordenação do PIM desenvolveram o texto, que tem versão em espanhol e em Português. A versão em espanhol foi replicada também no site Innovaspain.

Acesse as publicações em: