Mostra-Internacional-Das-Semanas-do-Bebê

O Primeira Infância Melhor (PIM) participou da III Mostra Internacional das Semanas do Bebê, que ocorreu entre os dias 23 e 26 de maio, no Centro de Convenções de Pernambuco, em Olinda. A participação do PIM se deu durante a programação em uma Roda de Diálogos com a temática Políticas Integradas para a Primeira Infância junto com representantes de outras três instituições: Programa Mãe Coruja Pernambucana, Programa Mãe Coruja Recife e Fundação Maria Cecília Souto Vidigal (FMCSV).

Durante mesa realizada no dia 25, o consultor de comunicação e representante do Grupo Técnico Estadual (GTE) Márlio Esmeraldo explanou sobre o PIM como política pública intersetorial para a primeira infância no contexto das Semanas do Bebê. Também ocorreram apresentações acerca do Mãe Coruja Pernambucana, com a coordenadora do Comitê Executivo do programa, Ana Elizabeth Lima, e do Mãe Coruja Recife, com a representante do Comitê Executivo e Técnico, Mirtes Gomes Araujo. As apresentações foram seguidas de debate.

Além da temática, outros assuntos interligados foram abordados durante a programação como atenção ao pré-natal, humanização do parto, garantia de direitos, importância do vínculo, o direito ao brincar, entre outros. O evento, que está em sua terceira edição, reúne de dois em dois anos as melhores experiências de Semanas do Bebê do país. Neste ano, além da troca de experiências, a programação reuniu grandes especialistas que tiveram o desenvolvimento atípico de crianças até 6 anos como eixo de discussão nos debates e momentos de palestras.

A III Mostra Internacional também destacou as experiências dos municípios com a Semana do Bebê nos últimos dois anos. Em um painel, os municípios de Maracanaú e Sobral, no Ceará, Jaboatão dos Guararapes e Petrolina, em Pernambuco, e Guamaré e Major Sales, no Rio Grande do Norte, apresentaram seus resultados com foco em inovação, planejamento, capacidade de mobilização, divulgação e realização de atividades.

Também foram convidadas a participar das apresentações as cidades de Fortaleza, Recife e Rio de Janeiro, pelas atividades realizadas em 2015, que celebraram a diversidade e abordaram a realidade das mães em privação de liberdade. As experiências foram selecionadas por uma comissão técnica formada por profissionais das áreas de saúde, educação e desenvolvimento infantil após um processo seletivo que contou com a participação de 85 municípios. Outras 20 cidades tiveram direito a um banner em uma área de exposição.

Na cerimônia de abertura, foi lançado o livro “Transformando a infância no Semiárido de Pernambuco – Os resultados da Semana do Bebê em 20 municípios”, uma parceria entre o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Sanofi que sintetiza os desafios e principais avanços com relação a diversos indicadores monitorados pela iniciativa, como mortalidade infantil, óbitos neonatais e acesso a creches e pré-escolas. Esses avanços são enfatizados por meio de depoimentos de famílias, gestores, técnicos e especialistas na primeira infância, que mostram como a estratégia de mobilização social deixou um legado de transformação nas práticas e políticas dos municípios.

Outro ponto relevante da programação foi o documentário O Começo da Vida, da diretora Estela Renner, que aborda a importância dos primeiros anos de vida. O filme foi apresentado em uma sessão especial, seguida de um debate com representantes do UNICEF e da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, dois dos realizadores do filme.

A III Mostra Internacional das Semanas do Bebê é uma realização do UNICEF e da Prefeitura do Recife em parceria com o Governo de Pernambuco, a Fundação Maria Cecília Souto Vidigal e a Sanofi.

Semana do Bebê

A Semana do Bebê teve início em Canela (RS) no ano 2000, por iniciativa de Salvador Celia. O reconhecimento da importância do evento levou o Governo do Estado do Rio Grande do Sul a instituir por decreto as Semanas do Bebê e o Dia do Bebê no dia 23 de novembro no calendário oficial do Estado. O PIM apoia a realização de Semanas do Bebê em todo o Rio Grande do Sul.

Em 2010, com o apoio do UNICEF, a experiência foi sistematizada e apresentada na publicação “Como realizar a Semana do Bebê em seu município”.  A partir dessa metodologia, a Semana do Bebê também passou a ser divulgada para outras regiões do país. É uma das principais estratégias do UNICEF para assegurar a atenção adequada a crianças de até 6 anos de idade. Tem como objetivo tornar o direito à sobrevivência e ao desenvolvimento infantil uma prioridade na agenda dos municípios brasileiros. Além disso, outro objetivo da Semana do Bebê é assegurar que o município desenvolva e estabeleça um Plano Municipal pela Primeira Infância, assumindo o compromisso de garantir a melhoria nos serviços de saúde, educação e assistência social. Em muitos municípios, a Semana do Bebê já faz parte do calendário oficial e os Planos Municipais pela Primeira Infância já foram estabelecidos.

Sobre o UNICEF

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promove os direitos e o bem-estar de cada criança em tudo o que faz. Com seus parceiros, trabalha em 190 países e territórios para transformar esse compromisso em ações concretas que beneficiem todas as crianças, em qualquer parte do mundo, concentrando especialmente seus esforços para chegar às crianças mais vulneráveis e excluídas.